2º capítulo |

Aktive e o livro secreto
Capítulo 2

Aktive, K e Wanessa partem da escola rumo a uma nova cidade em busca de quem possa ajuda-los a encontrar o livro.
Elisa os assiste partir, da sacada.
Perpétua vê como a amiga olha para o aluno e diz a ela que ela sabe que esta pensando coisas que não deveria pensar.
Aktive era para Wanessa, uma aluna, não para ela, uma professora.
Eram diferentes na idade, na maturidade, e nunca esse tipo de relação seria aceita na escola ou no mundo da magia.
Se ela seguisse com isso, ela seria expulsa e ele também, caso a correspondesse.
Elisa diz que não se manda no coração, e que tentou o esquecer.
Mas não dava mais, o que ela queria era declarar-se apesar de ver Wanessa ganhando terreno no coração do rapaz.

Os 3 desaparecem na imensidão, voando em suas vassouras.
Pouco mais tarde, já cansados de voar, aterrizam em outra cidade.
Estavam em algum lugar na Irlanda, dizia K.
Onde procurariam por um bruxo muito poderoso, e que acreditavam ser um dos últimos a ver o livro secreto.

K pede que os alunos fiquem sempre por perto, e que não saíam de sua vista.
Os relembra que Harssuc, poderia estar por perto.
K bate na porta de uma casa e uma senhora abre a porta, parece surpresa em o ver.
“Madeleyne, perdão por vir sem avisar mas eu preciso falar com Avry, precisa ser agora.”
“Eu já imaginava que fosse vir, entre por favor.”
Eles entram na casa e se sentam no sofá, ela pergunta se eles desejam um café ou um suco.
K pede um café, e ela vai preparar.
Logo, Avry desce as escadas.
K se levanta e os dois se cumprimentam.
“Jovem K, que prazer em o ver de novo.
E vejo que está bem acompanhado hoje.”
“Professor Avry, desculpe por vir assim sem avisar.
Estes são meus alunos, Wanessa e Aktive.”
“Aktive? Seria este?”
“Sim Professor, este é mesmo Aktive, filho de Glion.”
“Meu Deus!
Achei que nunca fosse ver o momento de ver um Glion de novo.
Bem vindos e me digam, em que posso ajuda-los?”
“Professor estamos lhe dando com uma magia poderosa, magia das trevas.
Há um bruxo que está reunindo seguidores para o mal, e perseguindo nossa escola.
Aktive lutou com ele e conseguiu toma-lo seu anel, mas ele está repleto de magia negra.
Não conseguimos destruí-lo e pensei que pudesse ajudar.”
“Ou K, eu sinto muito.
Já estou muito velho e cansado, não tenho mais as habilidades de antes.”
O café chega e Madeleyne os serve, enquanto a conversa prossegue.
“Não é suas habilidades que queremos meu velho amigo, mas sim uma informação.”
“Informação? Que informação?”
“O livro secreto.
Se lembra dele não?”
“Sim eu me lembro.” Diz com uma expressão preocupada.
“Acredito que lá poderia ter a magia que precisámos, para destruir esse anel.
Sei que ele está perdido mas pensei, o Sr. foi uma das últimas pessoas que tive conhecimento, em estar em seu poder.
Será que não saberia como nos ajudar a encontra-lo?”
“Ou K, adoraria te ajudar mais, mas infelizmente eu não posso.”
“Por que, o que aconteceu?”
“Se não se importar eu prefiro não falar nesse assunto.”
Avry se levanta e sobe as escadas.
Madeleyne os observa.
“Lamento que tenham vindo de tão longe para isto.
Avry perdeu seu anel em uma batalha há alguns anos.
E para não ficar sem o anel, ele teve que fazer uma troca com o bruxo que o derrotou.
Ele deu o livro secreto.”
“Como assim, ele deu o livro?”
“O livro estava com ele, foi um dos últimos que esteve com ele.
Depois de perder aquela batalha, ele se sentiu humilhado, dar o livro, mais humilhado ainda.
Ele tirou o anel e o guardou e nunca mais o usou, depois disso.”
“Eu lamento, não sabia.”
Fala K, com uma expressão de decepção nos olhos.
Avry desce as escadas novamente, e entrega um papel para K.
“Procure no centro da cidade por esta moça, ela pode te ajudar com o que quer.”

K, Aktive e Wanessa deixam a casa.
Vão para o centro da cidade e procuram pela mulher do nome.
Não demoram muito a encontra-la.

“Você é Sharon?”
“Sim sou eu, e vocês?”
“K, Aktive e Wanessa.
Somos amigos do Professor Avry.
Ele pediu que procurássemos você para lhe pedir ajuda.”
“E em que posso ajuda-los?”
“Sabemos que ele perdeu o livro secreto em uma batalha.
Sei que pode nos ajudar a acha-lo.”
“Precisam do livro?”
“Sim precisamos, é muito importante.”
“Meu irmão derrotou o velho, e pegou o livro em troca do anel.
Ele se afastou depois de começar a o ler, foi para a floresta.
Dizem que ele reuniu alguns seguidores para praticarem magia negra, este livro tem muita magia negra.
Então se quiser o livro de volta, terão que falar com ele.
Posso lhes indicar o caminho, mas eu não me aproximo mais do meu irmão, tem anos.
Ele é mal, cruel.
Se quiserem o livro de volta terão que derrota-lo, e eu não conheci nem uma pessoa que possa.”

K pede que Sharon os leve e ela os indica para onde ir.
Algumas horas mais tarde, chegam a floresta e então ela os diz.
“Ele está naquela tenda com seus seguidores, daqui para frente é só vocês, eu ficarei aqui.”
K, caminha em direção a tenda, e então bate.
Logo um bruxo saí, e ele se apresenta.
Diz que estava ali para falar com seu mestre.
Passado um tempo, Brunei aparece.

“Quem é você e o que quer, se juntar a nós?”
“Na verdade não, não é isso que eu quero.”
“Então?”
“Você tem um artefato que eu e meus alunos precisamos.
E eu o quero de volta.
O livro secreto pertence ao mundo da magia, e a minha escola de bruxaria.
O Professor Avry perdeu ele para você mas agora vim recupera-lo.”
“Eu estava pensando mesmo, quando aquele velhote ia enviar alguém aqui, para pegar de volta o que ele não conseguiu.
Mas eu lamento, não vai leva-lo.
Não se não me dar algo melhor, e eu não creio que tenha.
Agora vá para onde veio, se não quiser ser morto.”
Os seguidores dele saem da tenda, e fazem um círculo em volta de K.
Aktive se aproxima.

“Como chegou aqui, em?”
“Eu tive uma ajuda.”
“Ah deixa eu pensar, Sharon, aquela abelhuda.
Sempre metendo o nariz onde não é da conta dela, deveria ter a matado quando tive a chance.
Mas como dizem, nunca é tarde para reparar seus erros.
Então irmãzinha, que tal brincarmos um pouco em?”
Sharon fica amedrontada e apavorada, mas Aktive o para.

“Vai lutar comigo Brunei.
Se eu perder eu te dou isto, mas se eu ganhar, vai me dar o livro e deixar Sharon em paz.”
“Nossa!, e quem é o nobre cavalheiro que quer defender a honra da minha irmã?”
“Sou Aktive Glion.”
Brunei, se assusta, dá um passo para trás.
Ergue sua mão e chama Aktive.
K tenta dizer que era tolice, ele era um aluno do primeiro ano, mas Aktive logo diz.
“A magia está sobre o meu comando, caneta reguladora, ativar!”
Ativando seus poderes e a armadura que o reveste.
“Que comece a luta e que vença o melhor”, fala o rapaz.