Governo Federal precisa encontrar lugar para seu lixo radioativo

Por Revista Kromnws
06/10/2021

O governo federal brasileiro, entre tantas dores de cabeça que já tem, se coloca em mais um impasse.
Tentar encontrar um local para depositar, toneladas de lixo radioativo que não podem mais ficar onde hoje estão.
O governo possue uma base nuclear, com centenas de caixas de metal com lixo radioativo dentro, que são de responsabilidade da Usina Nuclear do Brasil.
Esse material altamente perigoso e tóxico, fica em Interlagos, em uma das regiões mais nobres de São Paulo.
O espaço existe há anos, e vem sendo usado como descarte.
Mas pelas novas regras esse tipo de material não pode mais ficar próximo de prédios residenciais.
É preciso que o material seja transportado em devida segurança para uma ala remota e isolada.
Onde não tenha impacto ambiental e onde não haja risco de vazar.
Interlagos está cercada por prédios comerciais hoje, o que acabou fazendo com que os prédios tirassem do galpão em que o material está, o status de próprio para armazenar
essas coisas.

O governo sabe, há meses, que precisa de uma nova destinação para seu lixo radioativo.
Mas ainda não conseguiu localizar, um espaço adequado para o receber.
E enquanto isso vidas correm perigo, nas proximidades da unidade de armazenamento.

O governo já tentou levar o material para Itu, no Interior de SP.
E para Caldas, em Minas Gerais.
Mas ambas as cidades não aceitaram receber o material nuclear.
Que continua sem destinação.

Reportagem de Anna Clara Ribeiro e Larissa Scherer