Clima de tensão entre China e Taiwan

Por Revista Kronnws
06/10/2021

Em mais de 40 anos, essa é a primeira vez que o clima de tensão militar entre China e a Ilha de Taiwan, entra no seu mais alto nível.
Isso acontece depois que os chineses tem acusado os Estados Unidos de armarem os taiwaneses, para uma luta armada contra a China.
O país, reivindica o controle de Taiwan, ilha que passou a ser controlada por nacionalistas da China após sua derrota para o partido Comunista após a 2ª guerra mundial.
O partido Comunista tem comandado com mãos de ferro a China Continental, não abrindo espaço para outros regimes.

Em Taiwan, outro tipo de república se instalou e os laços com outros países acabaram estreitados.
Com os Estados Unidos um deles.
Nos últimos meses, Taiwan recebeu cerca de US$ 750 Milhões em investimento dos norte-americanos, em armas, navios e aviões.
A resposta veio em larga escala por parte da China.

Desde 1º de outubro, 155 aviões militares, alguns com capacidade de ataque nuclear, foram enviados ao espaço aéreo de Taiwan.
As manobras realizadas pelos chineses, mostram que há uma clara tensão militar entre as duas nações.
Algo que se não for levado ao diálogo agora, pode degringolar a outro tipo e nível segundo especialistas.
Na quarta-feira, 6, o Primeiro-Ministro de Taiwan, colocou mais lenha na fogueira.
E disse a imprensa local, que os chineses preparam uma invasão a ilha, que precisa resistir e reagir.
Se nada for feito agora, até 2025, a China terá plenas capacidades de invadir Taiwan.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, concorda com essa afirmação.
Por isso, designou um porta-voz do governo para em Zurique, discutir essa tensão e a relação entre os países, com o governo chinês.
A reunião deve ocorrer na semana que vem, e resolver ou complicar, ainda mais as coisas.

Reportagem de Anna Clara Ribeiro