Editorial – 7 de setembro, o que há por trás?

Por Revista Kromnws

25/08/2021

As redes sociais estão alvoroçadas, as pessoas não falam em outra coisa por lá.
Dia 7 de setembro é dia de sair as ruas e protestar, em defesa do Presidente Jair Bolsonaro.
O Mito que foi eleito em 2018, depois de sobreviver a uma facada, e veio colocar o país nos trilhos, libertar-nos da corrupção, fazer a nova política.

Infelizmente embora seja um discurso bonito, nada dele é verdadeiro.
Exceto a parte que Bolsonaro sobreviveu a facada, durante a campanha eleitoral de 2018.
O resto é só resto, é criação de pessoas que apoiam um governo genocida, autoritário, que tem todas as caras e mostras de que se lixa para a democracia,
e que o que busca mesmo, é uma ruptura institucional e antidemocrática no país.

Aliás, o que está por trás dessa manifestação de 7 de setembro, é exatamente isso.
A antidemocracia, personificada em Jair Bolsonaro e seus apoiadores.
Os atos antidemocráticos de 7 de setembro não tem outra intenção, que não causar aglomerações,
arriscar a vida das pessoas no meio de uma pandemia,
e invadir a Praça dos Três Poderes em Brasília.
Destruindo o Supremo Tribunal Federal, o Congresso Nacional, fechando ambos, deturpando a Lei e a Ordem, e as garantias institucionais.
O que virá daí, só Deus é que sabe.

Infelizmente não há como se evitar esse tipo de manifestação.
Vivemos numa democracia onde todos ainda tem o direito de expressar.
Ainda porque Bolsonaro não implantou seu plano de ditadura, e Lula da Silva, ainda não ganhou as eleições do ano que vem.
Porque se ganhar, fato que se prese é que estaremos perdidos.
Se com Bolsonaro está ruim e ameaçador, imaginem com Lula.
Em que o primeiro ato vai ser regulamentar a Mídia, impedindo milhões de Jornalistas e Bloggers efetuarem seu trabalho.

Nós, precisamos compreender o que há por trás de verdade, de cada manifestação.
E compreender mais do que nunca, o que significam a extrema-direita de Bolsonaro,
e a esquerda, do lulopetismo.
Nem uma delas é boa para o Brasil, ou para qualquer governo que for, e temos N exemplos disso.