Ação absurda – PTB pede ao STF que anule decretos de Lockdown pelo país

Por Guilherme Kalel, Do Informe Franca

17/03/2021 | 8h02

O Partido Trabalhista Brasileiro, PTB, numa ação inédita e descomunal, pede ao STF que anule todos os decretos de Lockdown, feitos por governadores e prefeitos em todo o país.
A justificativa é que, governadores e prefeitos estão violando a Constituição, ao impor que brasileiros tenham restritos o seu direito de ir e vir, que é garantido na Carta Magna do País.
O partido ainda alega, que não existem medidas científicas que comprovem que o Lockdown, é eficaz contra a Covid-19.

Para se dizer mínimo, a ação da Legenda é absurda e vai contra protocolos e todo o caos da Covid-19 no Brasil.
Diversos países do mundo reduziram casos, contaminações e mortes, somente depois que adotaram o Lockdown e que sua população o seguiu com rigor.
O Brasil tem registrado cada dia mais, números maiores em relação a pandemia.
A ciência fala por si só.
Negacionistas tentam minimizar os efeitos que a mesma trás mas eles são catastróficos.
Se com medidas mais rígidas a saúde está em colapso, e isso vai piorar.
Sem elas isso deve se transformar num cenário pior.
Não são as avaliações de um Jornalista ou do Informe Franca.
São avaliações publicadas por especialistas da Fiocruz, cientistas de respeito, em todo o Brasil.

Agora cabe ao STF tomar uma decisão final sobre o tema,
agir pelo bom senso e preservando a vida, impedindo que essa ação prospere e dando invalidez a ela.
Ou permitindo que os decretos sejam anulados e mais uma vez, se transformando em vergonha nacional.

Ainda não se sabe qual Ministro deve relatar a ação, nem se ela vai ser levada ao plenário.
Ainda também não se conhece, a posição dos Ministros relacionados a Covid-19 e o Lockdown.
Por isso não é possível prever, o que deve resultar em mais esse processo descabido na corte.
Na prática o PTB fez, algo que o Presidente Jair Bolsonaro desejava fazer.
O Presidente é contrário a todas as medidas de proteção adotadas por governadores e prefeitos,
e chegou a critica-las por mais de uma vez.
O foco do Presidente e do PTB, são empregos e a economia.
A vida não importa.