Câmara aprova texto que facilita compra de vacinas por empresas

Por Carolina Winter, Do Informe Franca

03/03/2021 | 6h

A Câmara aprovou em Brasília nesta terça-feira, 2, o texto que permite facilitar a compra de vacinas internacionais, desde que registradas pela Anvisa,
para serem distribuídas no Brasil, por parte da iniciativa privada.
O texto ainda abre brechas, para que estados e Municípios formem consórcios para que possam comprar as imunizantes.
Nesse primeiro momento, as empresas tem que comprar as doses e doa-las para o SUS.
Depois que 50% do grupo prioritário for imunizado, as doses poderão ser fracionadas uma vez que compradas.
Então, 50% seria entregue pelas empresas ao governo e outros 50% poderiam ser usados nos funcionários.
Mas o texto proibe, que as empresas comercializem os produtos.

Há ainda um trecho que permite, a contratação de um seguro internacional contra efeitos da vacina.
Na prática isso põe fim a uma disputa com a Pfizer, retirando do laboratório qualquer responsabilidade sob efeitos da sua vacina.
Era uma das condições que emperravam a compra de sua imunizante ao Brasil.
E é também um ponto que levanta série de questionamentos.

Nesse momento, o texto aprovado na Câmara segue para sanção presidencial.
Se Bolsonaro apoia-lo integralmente ele terá validade após sua publicação.
O Senado já havia aprovado a matéria e faltava apenas o aval da Câmara.