Petrobras anuncia novas altas na gasolina e no diesel

Por Luara Pecker, Do Informe Franca

São Paulo – 01/03/2021 | 12h02

A Petrobras anunciou na manhã desta segunda-feira, 1º, que a partir desta terça, 2, os preços de combustíveis serão reajustados nas refinarias do Brasil.
Esta será a 5ª alta confirmada ao longo de 2021.
O valor médio da gasolina vai subir 4% e o do diesel, 5%.
Ao longo do ano, os produtos subiram mais de 42%, se comparados ao mesmo número de período ano passado.

As novas altas acontecem, uma semana depois de crises no setor terem derrubado o Presidente da Petrobras, que ainda não saiu do cargo.
O Presidente Jair Bolsonaro indicou o General Joaquim Silva e Luna para substituir o atual Presidente da estatal.
Mas a mudança vai acontecer somente no final de março ou começo de abril.
Até lá, a atual política segue e deve mexer muito ainda no bolso do consumidor final.

Com o novo reajuste, os combustíveis serão reajustados nas bombas.
Ao longo do ano a alta para o consumidor foi de 14%, se comparado ao valor que encerrou 2020.
Um número assustador, e que tem puxado a inflação dos meses de janeiro e fevereiro, e que deve fazer o mesmo com março.
O governo ainda não se posicionou sobre o anúncio da nova alta.

Desde 2016, a Petrobras adotou uma política de mercado internacional para ajustar o preço de seus combustíveis.
A empresa ajusta os valores de acordo com a variação do Dólar, e as vendas internacionais do barril de petróleo.
Especialistas em economia e política são contrários a esse tipo de reajuste adotado.
Isso porque eles são muitas das vezes destoantes da realidade de um país produtor, como o Brasil.
Aqui, o país dispõe de uma das gasolinas e diesel mais caros do mundo.
Apesar de ficar ainda 5% abaixo do valor de mercado internacional.