Governo dá 15 dias para operadoras explicarem vazamento de dados de 103 milhões de brasileiros

Por Nathália Valle, Do Blog Nathatech

16/02/2021 | 16h22

O governo federal notificou as 4 grandes operadoras de telefonia no Brasil, Claro, Vivo, OI e TIM.
E deu a elas o prazo de 15 dias para que se manifestem, sobre um vazamento de dados noticiado há cerca de duas semanas.
Dados de contas como CPF, valor pago, endereço, entre outros, de 103 milhões de brasileiros foram expostos nesse novo vazamento.
Os dados tem valor econômico e foram disponibilizados na Deep Web,
camada oculta da internet onde Hackers fazem negociações e transações financeiras, em busca de recursos que os permitam ganhar cada vez mais.

Com esses dados em mãos, os criminosos podem aplicar golpes e até hackear com mais facilidade as pessoas,
suas contas bancárias ou ainda suas contas de acessos a serviços Web.

Até a publicação desta postagem, nem uma operadora de telefonia havia reconhecido que teve seus sistemas invadidos recentemente.
Claro e Vivo, foram as operadoras apontadas pelo vazamento, sendo que 54 milhões de contas da Vivo teriam sido expostas.
Mesmo assim, nem as próprias Teles se manifestaram.

As operadoras terão de responder ao governo dentro do prazo,
e podem sofrer sanções, se mentirem e forem descobertas.
Também devem sofrer sanções ao revelar a verdade dos fatos, pois não foram capazes de proteger os dados do assinante.