Briga por UTI – SP vai ao STF contra Ministério da Saúde para manter leitos Covid

Por Mariana Novacki, Do Health Informe

10/02/2021 | 7h

O governo de São Paulo ingressa nesta quarta-feira, 10, com uma ação no STF contra o Ministério da Saúde.
A informação foi confirmada pelo governador do estado, João Doria, na terça, 9.
O motivo da disputa judicial, é a desabilitação por parte da Pasta, de leitos UTI privados para a Covid-19.
O Ministério deixou de realizar em janeiro de 2021, o repasse que permitiam o estado manter, 3200 leitos em rede particular, para atender a pacientes com Coronavírus.
Os leitos estavam sendo mantidos desde 2020, numa parceria entre o estado e o Ministério.

A Pasta informou, que São Paulo fez um acordo entre outros estados com a União, para os leitos ao longo de 2020, serem temporários.
Como o ano acabou o acordo perdeu a vigência e por isso o governador Doria, mente ao falar sobre os leitos que deixaram de ser custeados pela Pasta.

A falta dessas unidades de saúde, são sentidas especialmente em cidades do interior, que cobram o governador pela falta de vagas na rede pública para atender pacientes com Covid-19.
O estado não tem condições sozinho, de bancar toda essa conta e por isso pediu a federalização dos leitos no ano passado.