A pedido de Lula, Haddad pavimenta campo para candidatura em 2022

Por Guilherme Kalel, Do Informe Franca

06/02/2021 | 7h48

O petista Fernando Haddad, se colocou oficialmente como candidato a presidência da república em 2022, pelo PT.
A declaração de Haddad, foi feita em entrevista na noite de quinta-feira, 4, e ateia fogo no debate político para as eleições presidenciais do ano que vem.

Ex-ministro da educação, ele concorreu e foi derrotado em 2018 pelo mesmo partido, mas pode estar de volta as urnas no ano que vem.
Partiu de Luiz Inácio Lula da Silva, principal liderança do PT, o nome do ex-ministro.
Lula disse a Haddad, que não é mais possível esperar e precisa-se construir um projeto,
viajar o país e voltar a ser conhecido entre as pessoas.

Como Lula está impedido pela lei da ficha limpa de se candidatar, Haddad é o nome mais forte dentro do PT para a disputa.
Se acaso o petista conseguir recuperar seus direitos políticos, obviamente que a coisa muda de figura,
Haddad deixaria a candidatura para que Lula assumisse.

A esquerda no Brasil está desarticulada e foi muito manchada, com os escândalos provocados pela Lava Jato,
Lula foi condenado pelos crimes que cometeu mas tudo isso pode cair por terra.
O STF vai analisar uma ação, que alega que o ex-juiz Sérgio Moro, agiu com parcialidade ao condenar o político, e com pretensões de se lançar na vida pública com isso.
Se essa ação for acatada, as condenações de Moro na Lava Jato, podem ser anuladas.
Enquanto o STF não define isso, o PT prepara seu campo para a disputa eleitoral no ano que vem.